(31) 3244-9900
Minas Gerais:
(31) 3244-9900
Dedetizadora BH - Minas Gerais

Minas Gerais: (31) 3244-9900  |

 Whatsapp: (31) 99789-1182

Uniprag em outros estados: 0800 704 1528

Redes Sociais:
  

Minas Gerais:

 Whatsapp:

Central de Atendimento:

Ratos - Dedetização e Controle de Ratos

RATOS

Ratos - Dedetização e Desratização

Os ratos são mamíferos que transmitem sérias doenças ao homem e passam longe da imagem dos filmes

Se você pensar em rato nesse momento, vai lembrar do Jerry do Tom e Jerry, Stuart Little, Ligeirinho, Mickey, entre outros. São animais simpáticos, ágeis e espertos. Na vida real os ratos que são considerados pragas urbanas possuem as duas últimas características. De simpáticos não têm nada.

É até perigoso chegar próximo deles. Os ratos são transmissores de doenças como Hantavirose e Leptospirose. Uma mordida de rato pode causar infecções sérias, sendo necessário tomar vacina ou soro antirrábico.

Existem cerca de 2.000 espécies de ratos, que representam 40% das espécies de mamíferos existentes. Cerca de 50 espécies são consideradas pragas urbanas no mundo todo, a maioria da família Muridae. Existem 3 espécies principais que possuem relação sinantrópica com o homem: Ratazana, Rato de Telhado e Camundongo.

Atendimento Rápido!

ou pela Central de Atendimento: 0800 704 1528

ou pela Central de Atendimento: 0800 704 1528

Os ratos são causadores de grandes danos econômicos para a indústria e empresas em geral. Segundo estimativas, danificam de 5 a 10 vezes mais do que consomem de alimentos. Destroem cerca de 20% da produção mundial de grãos. Os danos podem se estender desde a produção até o armazenamento. Os galpões são locais que criam condições para ninhos de ratos pois possuem acesso, alimentos e abrigo.

Os ratos roem sem cessar pois seus dentes incisivos crescem sem parar. Por esse motivo, podem causar acidentes perigosos, roendo fiações elétricas e provocando incêndios. É imprescindível realizar o controle dos ratos, após identificar os sinais de sua presença.

As ações de uma Controladora de Pragas, ou Dedetizadoras, como ainda são conhecidas essas empresas de Saúde Ambiental, são mais do que uma questão de higiene ou segurança alimentar. Trata-se de promoção da saúde pública. É necessário o controle de ratos para o equilíbrio do ecossistema.

Biologia dos ratos

AS TRÊS ESPÉCIES DE RATOS MAIS COMUNS NO BRASIL SÃO:

Ratazanas ou Ratos de Esgoto

As ratazanas são as espécies mais comuns de roedores encontradas no Brasil. Seu corpo é o maior de todas as espécies, possui ótima audição e é sensível a ultrassom. É fácil perceber porque são animais ágeis e já correm quando percebem o perigo. A desratização é um desafio!

Tamanho: Até 50 cm (corpo + cauda)
Cor: cinza a castanho
Formato: cilíndrico
Nome popular: ratazanas
Peso macho: 350 gramas
Peso fêmea: 250 gramas
Características gerais: Orelhas pequenas, a pele áspera e os pés com curtas membranas natatórias, como de animais nadadores.
Reino: Animalia
Ordem: Rodentia
Classe: Mammalia
Espécie: Rattus norvegicus
Família: Muridae
Filo: Chordata

DIETA: As ratazanas são onívoros, sendo capazes de metabolizar diversos alimentos. Preferem cereais e sementes, mas podem se alimentar de qualquer proteína e resíduos orgânicos em lixeiras.

HABITAT: Ambientes com calor, umidade e escuridão são locais altamente favoráveis para a instalação e proliferação de ratos. Geralmente se encontram em estações e tubulações de esgoto.

IMPACTO: As ratazanas são transmissoras de doenças como tuberculose, salmonelas e outras. Além disso são animais que caminham por locais sujos contraindo outros microrganismos e parasitas como ácaros, pulgas, levando esses animais por transporte passivo para seu ambiente.

PREVENÇÃO: Evite deixar buracos e passagens que tenham ligação com áreas externas. Filhotes de ratazanas podem passar por espaços bem pequenos, começando uma infestação. Já que os ratos são sensíveis ao som ultrassônico, você pode utilizar um repelente específico.

Confira se as tubulações da casa estão em perfeito estado. Os ratos também podem entrar por aí. Por fim, não deixe alimentos expostos, pois os ratos e quaisquer outras pragas podem invadir a sua casa à procura desses itens de sobrevivência.

Ratos de Telhado ou Ratos Pretos

Essa espécie é sempre encontrada em grupos. Os ratos de telhado receberam esse nome porque são encontrados no alto de prédios e telhados. Possuem hábitos noturnos.

Tamanho: 12,75 a 18,25cm (corpo) + 15 a 22cm (cauda)
Cor: preta
Formato: cilíndrico
Nome popular: rato de telhado / rato preto
Peso: até 300 gramas
Características gerais: Orelhas grandes, são excelentes escaladores e possuem a visão muito pobre.
Reino: Animalia
Ordem: Rodentia
Classe: Mammalia
Espécie: Rattus rattus
Família: Muridae
Filo: Chordata

DIETA: Por serem uma espécie onívora, esses animais alimentam-se desde poucas quantidades de legumes, carnes, raízes, frutas até pequenos insetos.

HABITAT: Altamente presentes em áreas urbanas, esses animais podem ser encontrados em sótãos, arbustos, buracos em muros, armazéns e principalmente zonas portuárias.

IMPACTO: Esses pequenos animais podem ser um problema para a saúde pública por serem transmissores de doenças como tifo, toxoplasmose e peste bubônica. Assim como outras espécies, oferecem riscos relacionados à propagação de sujeiras e bactérias às pessoas devido sua capacidade de escalar os locais.

PREVENÇÃO: Buracos em paredes, muros, encanamentos, telhados podem ser favoráveis para a presença desses roedores. Outros fatores que podem ocasionar o aparecimento desses animais são lixeiras mal tampadas e armários ou ambientes com alimentos expostos, sem estarem guardados corretamente .

Camundongo

O camundongo é a menor das 3 espécies de ratos. É chamado também de mondongo, topolino e catito. Possui hábitos noturnos e seu olfato é altamente desenvolvido.

Tamanho: 6,5 a 9,5cm (corpo) + 6,0 a 10cm (cauda)
Cor: Branco ou cinza-acastanhado
Formato: cilíndrico
Nome popular: Camundongo ou murganho
Peso: 20 a 40 gramas
Características gerais: Orelhas grandes e arredondadas, muita inteligência e sociabilidade com os humanos, cauda nua e longa.
Reino: Animalia
Ordem: Rodentia
Classe: Mammalia
Espécie: Mus musculus
Família: Muridae
Filo: Chordata

DIETA: Por terem sido tão adaptados à domesticação, existem hoje boas rações para essa espécie, porém, derivados de leite e carne são bem vindos em sua alimentação. Comem de 15 a 20 vezes por dia e sempre em pequenas quantidades.

HABITAT: Geralmente são encontrados em casas, fazendas, paredes, forros de casas e locais que sejam preferencialmente secos. Preferem sempre morar próximos aos locais que são fontes de seus alimentos.

IMPACTO: Por mais que essa espécie seja apta para ser domesticada é preciso ter muito cuidado quando se trata de roedores. Além de serem animais que causam danos às construções, são possíveis transmissores de mais de 50 doenças perigosas para a saúde.

PREVENÇÃO: Medidas preventivas básicas podem ser suficientes para evitar a presença dos roedores nos imóveis. Evitar alimentos expostos, acúmulo de objetos velhos e em desuso e fazer um descarte adequado do lixo são práticas que podem fazer a diferença contra essas pragas urbanas.

Ciclo de vida dos ratos

Esses animais são capazes de se reproduzir a partir do 3º mês de vida, e sua gestação dura em média de 19 a 22 dias. A média de filhotes por ninhada é de 10 a 12 e por volta de 14 a 24 horas depois do parto, o aleitamento é iniciado.

Ao nascer, seu peso é em torno de 1,5 g, seu sistema imunológico não é completo e carecem totalmente de pelos. De 9 a uma semana de vida vão adquirindo pouca pelagem, tendo seus olhos abertos e os dentes começando a aparecer.

A alimentação sólida desses animais só se inicia logo após 19 e 21 dias de idade. O tempo de vida médio dos roedores varia de acordo com sua espécie, enquanto a vida média das ratazanas é de 2 anos, a dos ratos de telhado é de 1 ano e meio e o camundongo vive aproximadamente 1 ano.

Os danos causados pelos ratos

Os ratos são animais da família Muridae que chegaram no Brasil junto às caravelas portuguesas e a partir da sua alta capacidade de se reproduzir formaram suas grandes populações que ocupam todo país hoje, principalmente os meios urbanos.

Esses animais são populares por serem transmissores de diversas doenças perigosas à saúde dos humanos e também pelo seu alto poder de destruição, que afeta diariamente construções, estoques de comida e pode ser causador até mesmo de incêndios.

Por terem dentes incisivos de até 12cm de tamanho ou mais, esses animais precisam desgastá-los para os manter num tamanho normal, e fazem isso roendo diversos tipos de objetos. Caso eles roam madeira, chumbo, cimento ou tijolos o máximo que pode acontecer é o surgimento de um novo buraco e possível ninho na estrutura do imóvel.

Mas os danos causados pelos ratos podem ser mais graves que esse tipo de situação, já que por serem capazes de roer qualquer tipo de estrutura podem vir a ocasionar curtos circuitos em fiações ou vazamentos em tubos de encanamentos.

Qual é o perigo da mordida desses animais?

A mordida dos roedores pode ser extremamente perigosa e pode causar diversos sintomas em um curto período de tempo. Desde febre alternada entre muito intensa e ausente, dor e pus no local, suor, enjoo, inflamação, entre outros sintomas, o ideal é tratar logo o local mordido.

Recomenda-se lavar o local com água e sabão imediatamente e proteger a ferida com gaze para que um médico analise a gravidade da mordida o quanto antes. Após a ida ao médico é necessário seguir as indicações para evitar o aparecimento de doenças.

ALÉM DE MINAS GERAIS, VOCÊ ENCONTRA NOSSA QUALIDADE EM TODOS ESSES ESTADOS.

Ou envie-nos uma mensagem pelo formulário abaixo:

Pin It on Pinterest